Filmes #04 – Serena


SerenaSinopse:

Em 1929 George Pemberton (Bradley Cooper) e Serena Pemberton (Jennifer Lawrence) decidem ir de Boston à Carolina do Norte no intuito de construir um império no ramo da madeira. Ao descobrir que é infértil, Serena começa a manifestar sentimentos de vingança contra a mulher com quem George teve um filho ilegítimo antes de se casar. Ela suspeita cada vez mais da relação do marido com esta outra família e a intensa união dos dois começa a se destruir.

 

O que eu achei:

Vamos começar comentando as gafes? VAMOS.

Desde que eu soube que haveria um filme chamado Serena eu estava muito crente fervorosa de que ele era inspirado no romance do Ian McEwan (que aliás ainda não li, porém quero muito), não sei de onde tirei essa informação, mas ela era uma grande verdade na minha vida. Só que o filme na verdade é baseado no romance, de mesmo nome, do Ron Rash =D

Ou seja, o filme começou e eu fiquei: uéééééééé

Minha principal decisão para ver o filme (já que não li nem a Serena do McEwan nem do Rash) era única e exclusivamente ver Jennifer Lawrence e Bradley Cooper como um casal novamente. E gente que arraso. Eu não sei pq esses dois não casam de uma vez e fecham contrato vitalício de que só podem fazer filme em parzinhos <3 (Jlaw eu amo essa mulher, perdão).

Por favor, sejam um casal para sempre! <3
Por favor, sejam um casal para sempre! <3

Mas vamos ao filme, que eu estava boiando demais e tentando entender quando a Serena ia se apresentar jornalista do Serviço Secreto Britânico (a da McEwan) sendo que na verdade ela era apenas uma mulher com muita experiência em madereiras (Rash).

Depois que eu aceitei o fato de que estava na história errada tudo ficou muito mais legal! O filme é bem bacana e retrata uma mulher forte, que se posiciona diante dos homens como uma igual, mas que, ao sofrer uma perda, passa a ser desconfiada, ciumenta e até mesmo perigosa.

Serena é filha de um antigo madereiro e ainda bem nova viu toda sua família morrer quando sua casa pegou fogo. George é um jovem que sonha construir um império e para isso conta com importantes aliados na Carolina do Norte.

Serena

A forte união dos dois e a visão de Serena para o negócio faz com que eles rapidamente comecem a prosperar, mas em 1929 uma mulher não era comum entre operários, assim como ter uma mulher no “comando” de um relacionamento, ou opinado abertamente em reuniões de negócios, não era algo visto com bons olhos. O relacionamento de Serena e George atrai curiosos e acaba convertendo amigos em inimigos.

Achei o filme bem bonito, torci para que eles superassem todos os problemas e ficassem juntos. O final também é bem tocante. Mostra que toda a insensatez da Serena se dava por seu amor por George e que não haveria mais espaço para ela no mundo se não com ele. Já para ele, mostra que as atitudes desesperadas da esposa para salvar o casamento tornaram-se loucuras que podem ter graves consequências.

Vale a pena assistir, nem que seja pra ver Jlaw e Bradley juntinhos de novo.

Comments

comments