Resenha – Amy & Matthew (Cammie McGovern)

Amy E Matthew

Sinopse:

Amy e Matthew não se conheciam realmente. Não eram amigos. Matthew sabia quem ela era, claro, mas ele também sabia quem eram várias outras pessoas que não eram seus amigos. Amy tinha uma eterna fachada de felicidade estampada em seu rosto, mesmo tendo uma debilitante deficiência que restringe seus movimentos. Matthew nunca planejou contar a Amy o que pensava, mas depois que a diz para enxergar a realidade e parar de se enganar, ela percebe que é exatamente de alguém assim que precisa. À medida que passam mais tempo juntos, Amy descobre que Matthew também tem seus problemas e segredos, e decide tentar ajudá-lo da mesma forma que ele a ajudou. E quando a relação que começou como uma amizade se transforma em outra coisa que nenhum dos dois esperava (ou sabe definir), eles percebem que falam tudo um para o outro… exceto o que mais importa.

O que eu achei:

Não sei se, como se diz, fui com muita sede ao pote, depois de ter lido Eleanor & Park, ou sei lá qual o motivo, mas achei Amy & Matthew mais do mesmo.

A verdade é que no começo não entendi muito bem qual era a da Amy, talvez porque você espera que ela seja a “coitadinha” da história e que vá se conformar com as coisas, o que não é nem de perto o que acontece.

Amy tem um deficiência que restringe seus movimentos, todo mundo sabe quem ela é, porém ninguém a conhece de verdade. Matthew, a seu modo, também tem seus problemas e basicamente não sabe lidar com eles.

A amizade estabelecida entre os dois é muito bacana e de repente algo novo surge e os dois não sabem como lidar com isso. Entre encontros e desencontros, entre o que poderia ter sido dito e o que provavelmente era melhor não ser falado, o leitor acompanha a história de dois adolescentes normais, com os próprios problemas e dúvidas, com os medos, complexos e traumas, e com pais extremamente sufocantes e protetores.

Provavelmente, como eu disse ali em cima, eu subestimei um pouco os personagens, imaginando que já sabia certinho o que ia acontecer na história, mas McGovern consegue criar situações inusitadas na narrativa e surpreender o leitor positivamente (ou não).

Fui impactada pela Amy, pela força e coragem dela em não aceitar viver refém de suas limitações e por acreditar que poderia ir longe. Achei a história dela e do Matthew bonitinha, mas em determinado momento me cansou. =/ Agora, caso você tenha interesse em ler essa história pode fazer isso sem medo. Pelo menos você vai conhecer a Amy, uma jovenzinha forte e cheia de vontade de ser alguém melhor na vida.

Em determinado momento pode ser uma leitura bastante inspiradora, em outros pode despertar polêmicas. É um livro tranquilo, uma boa distração. Tenho certeza que, de certa forma, esse livro irá inspirar muitas pessoas.

É um YA Contemporâneo, recheado de situações cotidianas com as quais adolescentes podem se identificar. Não conheço nenhum outro livro da autora para comparar.

Espero, de verdade. que seja uma leitura mais fascinante para vocês do que foi para mim. Por aqui sigo em frente tentando ser um pouquinho mais como a Amy na hora de encarar a vida 😉

Nota: 3/5
Skoob
Saraiva
Amazon
Curta a página do Literatura Pessoal no Facebook!

Comments

comments

2 Comment

  1. Esta na minha lista para esse ano.

    1. Uhuull!
      Você vai gostar! Esse livro é uma gracinha <3

Comentários fechados.