RESENHA – Jogador Número 1 (Ernest Cline)

Resenha Jogador Número 1 (Ernest Cline)
Resenha Jogador Número 1 (Ernest Cline)

 

O primeiro romance de Ernest Cline chegou para movimentar a lista de preferidos do mundo nerd.

Tido como “o novo Matrix”, a história se passa no ano de 2044, o mundo passa por uma grande crise energética, destruição e pobreza são os cenários mais comuns. A única escapatória é o OASIS, uma realidade virtual onde a maioria das pessoas passa grande parte do seu tempo. No OASIS as pessoas estudam, trabalham, jogam e interagem umas com as outras, assim elas economizam combustível (recurso escasso), evitam ficar muito tempo em contato com a poluição e tem mais acesso a cultura e informações.

Quando James Halliday, um dos criadores do OASIS, morre, um intrigante vídeo é veiculado em todos os canais de notícias.

Halliday havia deixado um easter egg escondido dentro do OASIS e o primeiro jogador a encontrá-lo se tornará, automaticamente, seu herdeiro. Mas não pense que será assim tão simples! São 3 portais diferentes, repletos de enigmas e pra chegar ao fim é preciso desvendar todos e conquistar as 3 chaves! Assim começa a maior “caça ao ovo” já registrada na história. E é nessa jornada que iremos acompanhar Wade Watts, nosso protagonista.

O Jogador Número 1 é um prato cheio para os amantes de videogames e apaixonados pela cultura dos anos 80. Recheado de referências, Watts tem que provar que sabe tudo sobre as séries, filmes, livros e games preferidos de Halliday, só assim ele conseguirá desvendar os enigmas, passar pelas provas, superar os adversários e quem sabe, conseguir chegar sozinho ao grande prêmio.

Eu nunca fui muito fã de videogames (perdão Super Mario Bros), mas esse livro realmente me surpreendeu. Achei que ia ser meio chato não entender todas as referências do autor, mas a história flui de uma maneira tão boa que assim que algo me chamava à atenção eu ia logo buscar referências e entender do que se tratava.

Achei a ideia do OASIS tão incrível, mas ao mesmo tempo um pouco triste, é como se você se transformasse em um personagem e passasse toda a sua vida ali. Seu trabalho, momentos de lazer, amigos, namoro, tudo em uma realidade virtual. Ao mesmo tempo em que considero que algo assim seria bem legal, também fico preocupada com a falta de convívio com outras pessoas e a ausência do mundo real.

Mas olha, eu acessaria o OASIS só para ter a minha disposição todos os livros, filmes e músicas que existem de graça.. =x

E parece que vem adaptação pros cinemas por aí! Não sei se fico animada ou um pouco preocupada com a notícia.

E vocês, já leram o Jogador Nº 1? Tem algum outro livro que fale desse universo de games? Compartilhe com a gente!

 

Onde comprar:

Submarino
Saraiva – Livro Ebook
Livraria Cultura – Ebook
Estante Virtual
Amazon 

FacebookBlog

O Literatura Pessoal também está no Facebook!
Curta a página do blog para receber as atualizações e
ver todas as novidades.

www.facebook.com/literaturapessoal

 

Comments

comments

2 Comment

  1. Gostei muito do livro apesar do Oasis também me deixar um pouco triste. Mesmo assim é possível encontrar amigos nesse mundo… recomendo muito o livro! Eu não sabia que tinha filme, eu vou procurar pra assistir!

    1. Ei Sarah, acho que o filme acabou não saindo ainda!

Comentários fechados.