Resenha – Simplesmente Acontece (Cecelia Ahern)

Resenha Simplesmente Acontece (Cecelia Ahern)
Resenha Simplesmente Acontece (Cecelia Ahern)

 

Mais uma vez entrei no desafio de ler o livro antes da estreia do filme, e como dessa vez o filme está prestes a estrear tive que correr um pouco.

“Simplesmente Acontece” (Love, Rosie) é um livro de Cecelia Ahern, mesma autora de PS. Eu te amo (que aliás não li, mas chorei baldes com o filme e já soube que o livro ainda é mais perfeito). A segunda edição (com capa especial do filme!) é da editora Novo Conceito, mas nas minhas pesquisas descobri que ele já havia sido originalmente lançado pela Relume Dumará com o título “Onde terminam os Arco-íris” (essas traduções/adaptações de títulos sempre maravilhosas..rs)

A narração é toda no formato de bilhetes, cartas, cartões, e-mails e conversas em chats, o que me deixou bastante carente de diálogos mais reais, amo descrição de cenas e momentos, assim me sinto mais presente no mundo da história, mas enfim, esse é estilo do livro e devemos seguir em frente com a leitura.

A história é sobre Alex e Rosie, duas crianças de 5 anos que são melhores amigas. Através das correspondências acompanhamos a evolução da amizade entre os dois, os primeiros relacionamentos, a faculdade e as responsabilidades e desilusões da vida adulta. Muito cedo fica claro que eles foram feitos um para outro, todo mundo pode ver isso, obviamente eles não.

Então você segue uma linha de narrativa durantes anos do ponto de vista da Rosie, de tempos em tempos uma conversa do Alex com o irmão. Mais uma vez preciso dizer como senti falta da narração mais detalhada de alguns momentos que são apenas citados em cartas da Rosie para irmã ou na conversa com uma amiga. Fiquei angustiada e com vontade de socar a cabeça dos dois pra que eles pudessem enxergar o óbvio. Mas não queridos, ainda não arremessem longe o livro, vamos ler mais alguns e-mails e esperar que alguém supere a insegurança e que finalmente, cheguemos aos “finalmentes” =x

O final é meio óbvio (graçasadeus não aguentava mais tanta emoção), o que não interfere nenhum um pouco no desenvolvimento da história e em todas as reviravoltas que você precisa viver com os personagens. Acredito que muito sofrimento (principalmente do leitor) poderia ter sido poupado, mas achei uma história bem real. Quero dizer, pode estar acontecendo bem aí do seu lado ou mesmo com você. Nos leva a pensar que talvez, a melhor coisa a se fazer é respirar fundo, olhar no olhos e dizer a verdade. Cartas podem ser românticas, mas melhor não arriscar. O Alex que o diga 😉

Estou ansiosa para o filme, ansiosa para ver os dois interagindo pessoalmente, pelos cenários, por tudo. Pelo trailer já vi que a história foi bastante modificada, mas acredito que isso pode acrescentar de forma positiva a experiência.

Fique com o trailer e com a foto de Lily Collins e Sam Clafin nos papéis de Rosie e Alex <3

love_rosie

 

 

 

Onde comprar:

Saraiva – Livro e Ebook
Livraria Cultura – LivroEbook
Estante Virtual
Amazon 

FacebookBlog

O Literatura Pessoal também está no Facebook!
Curta a página do blog para receber as atualizações e
ver todas as novidades.

www.facebook.com/literaturapessoal

Comments

comments

3 Comment

  1. Não conhecia esse livro. Achei muito lindo o trailer. Com certeza o livro é melhor kkkkk

    1. hahahahahaha Eu acho que são praticamente 2 histórias. Acho legal assim, pq te dá a oportunidade de viver 2 experiências, mas é claro, depende de cada história, do nível de fã e de estar aberto a isso =)

      Bj Gabi

  2. […] desde que eu li o livro e falei sobre ele aqui eu estava muito empolgada e agitada para ver esse filme. Primeiro porque, apesar de ter achado que […]

Comentários fechados.