Séries #01 – O que eu ando assistindo?

Como se não bastasse todas as séries que eu JÁ assisto e não tenho visto há algum tempo, nos últimos dias resolvi começar outras séries. Algumas são novidades, outras já terminaram, enfim, não tenho muito critério.

Vou começar então das mais antigas para as mais recentes, ok?

Twin Peaks

A série segue a investigação do agente do FBI Dale Cooper sobre o assassinato da popular estudante colegial Laura Palmer. O episódio piloto de Twin Peaks foi exibido pela primeira vez em 8 de abril de 1990 na ABC e acabou levando a outros sete episódios que formam sua primeira temporada. Depois, houve uma segunda temporada de 22 episódios, que foi ao ar até 10 de junho de 1991.

Ou seja, bem antiguinha hahaha A série voltou a tona com notícias de uma possível terceira temporada. Com todo mundo comentando, achei um link e fui assistir online, mas cada episódio tem quase 1 hora! Ou seja, no emaranhado de novidades (e das que eu já assisto) acabei assistindo só um episódio até agora. O que eu posso dizer é que a história parece ser bem interessante. Com essa caráter investigativo e cheio de suspense a série realmente prende o telespectador. Já estou ansiosíssima para descobrir quem matou Laura Palmer! Mas vai com calma, não espere uma super produção com imagem incrível, é uma série de 1990. Parece que foi ontem, mas já tem 25 anos!

Dexter

“Demorei muito pra te encontrar, agora eu quero só você…”

Quando eu comecei a namorar o Bruno ele era viciado em Dexter, eu no entanto, nunca entrei na onda do seriado. Acabei me envolvendo com outras séries que ele assistia, mas não dei moral para Dexter pois tinha medo. Aff…

Agora, com todas as temporadas disponíveis no Netflix e muitas tardes tediosas de domingo eu resolvi começar a série e estou apaixonada. É uma pena eu ter começado tão tarde, pois hoje em dia as pessoas tendem a falar de Dexter só para dizer que o final da série foi ruim, enquanto eu estou surtando por ter acabado de descobrir quem é o assassino do caminhão de gelo! (Sim estou na primeira temporada ainda!)

dexter Season 1

É claro, por não ter dado importância para série antes eu sei de muitos spoilers importantes, inclusive o final. Nunca me importei de ouvir as conversas já que não pretendia ver a série. Então tenho aproveitado as pequenas histórias que cada episódio oferece.

Se você estava ocupado com outras coisas e não sabe do que a série fala eu te digo. Dexter conta a história de um assassino em série que trabalha para a polícia de Miami e segue um código próprio, ensinado pelo seu pai.

Modern Family

Esse eu já estou assistindo faz um tempinho (estou na 4ª temporada). Como os episódios são curtinhos (em média 20 e poucos minutos) dá para ver muitos no mesmo dia. As vezes eu entro em estado de inércia e o Netflix precisa perguntar se ainda estou por ali 🙂

Modern Family

Você provavelmente já ouviu falar de Modern Family, mas se não conhece a série conta a história de Jay Pritchett, e seus filhos Claire e Mitchell. Jay é casado com uma mulher colombiana muito mais jovem que ele chamada Gloria, e acaba “adotando” o filho pré-adolescente dela, Manny. Claire é uma mãe e dona de casa casada com Phil e o casal têm três filhos: Haley, Alex e Luke. Mitchell é casado com Cameron, um casal gay que acabou de adotar uma bebê vietnamita chamada Lily.

Modern Family

Ou seja, representatividade. Todas os tipos (boa parte dos tipos?) de famílias estão representados na série e as situações vivenciadas por eles são hilárias! Meus personagens preferidos são o Phil (um pai muito moderno e descolado hahaha) e Gloria, uma colombiana cheia de energia e sotaque maravilhoso! Eu também gosto muito do Mitchell, na verdade eu gosto de todos eles. Todos, uma hora ou outra, acabam tendo uma participação maior e mais engraçada em determinados episódios.

Já estou triste pois na Netflix só tem até a 4ª temporada mesmo, então dei uma desacelerada para ver se liberam logo mais uma. (A série está atualmente na 7ª temporada).

Demolidor

Aparentemente essa é a série queridinha do momento. Muitos blogueiros e youtubers rasgaram elogios para a produção que é uma parceria da Netflix com a Marvel.

A série conta a história Matthew Michael Murdock, um jovem atleta e excelente aluno. Ainda na adolescência, um acidente envolvendo um caminhão que carregava lixos tóxicos o deixou cego e fez com que ele desenvolvesse vários sentidos. Quando Matt decide vestir o uniforme e adotar o nome “Demolidor” (Daredevil), leva uma vida dupla: é advogado durante o dia, e, à noite, protege as ruas de Hell’s Kitchen, seu bairro em Nova York.

Demolidor

Assisti até o episódio 3 ou 4, não tenho certeza, e devo dizer que a produção está realmente incrível. O ator é carismático, o que ajuda muito, e afinal de contas como não se interessar por um super herói foda e cego?

O ritmo ainda é lento (pelo menos eu tenho achado), mas como já virou uma tradição nas séries próprias da Netflix, todo mundo fica dizendo que ela melhora muito lá pela metade da 1ª temporada. Como eu sou muito influenciável (hahaha) vou insistir!

Sense8

Ninguém sai! Os mesmo criadores de Matrix agora com uma série exclusiva para o Netflix. (não tive intenção na rima)

Aliás, Netflix, cada vez mais poderosíssimo!

Basicamente a sinopse da série é: Grupos de pessoas ao redor do mundo que estão ligadas mentalmente, e precisam achar uma maneira de sobreviver sendo caçados por aqueles que os veem como uma ameaça para a ordem mundial.

Se não me engano assisti até o episódio 6 e para dizer a verdade não entendi ainda qual o objetivo da série. Nos primeiros episódios acredito que eles quiseram mostrar um pouquinho da história de cada um dos 8 principais personagens. Cada um deles pode ver, ouvir e sentir o que o outro está passando, assim como executar algumas habilidades específicas do outro: lutar MMA, atirar, abrir algemas, etc. Quando eu digo que não vi objetivo quero dizer que não consigo ver nada que eles precisem resolver juntos. Cada um está vivendo a sua vida e enfrentado seus próprios problemas. Os personagens são bem distintos e alguns você logo entende, outros não. Tem uma mulher que eu ainda não entendi se ela é só lésbica ou se é uma transexual, acho que é o último, porém não sei. rs

Sense8 elenco

Apesar de sentir falta desse objetivo na história, devo dizer que a produção da série é realmente muito boa, as transições de cenas, levando um mesmo personagem para diferentes lugares, na mesma situação, é muito boa!  Uma das partes que mais gostei até agora foi essa cena abaixo em que todos eles estão conectados através de uma mesma música. Eu realmente não acho que seja um spoiler, mas se você não quiser assistir nada da série antes de começa-la, melhor não dar o play 😉

Ah sim! A série contém cenas de sexo explicito de casais homossexuais. Então se isso não te agrada, primeiro: 2015 querido(a); segundo, melhor não assistir para não ficar de mimimi (Tô D+ nas rimas, socorro!)

Mais uma vez a Netflix entrega uma série cheia de polêmicas e com uma super produção. É claro que eu continuarei assistindo!

Se você assiste algumas dessas séries deixe seu comentário (sem spoilers!!!) e por favor, não me indiquem outras, minha lista do Netflix só cresce hahahaha (mentira podem me indicar sim!).

Curta a página do Literatura Pessoal no Facebook!

Comments

comments