Vai passar.

Vai passar. Essa dor no peito, essa tristeza de achar que nada pode dar certo. Tudo isso vai passar. Você vai chorar, vai ter vergonha de estar chorando por algo assim e mesmo assim vai continuar chorando. Vai pensar em desistir, vai se sentir a pior pessoa do mundo. E, sem entender muito bem como, você vai parar de chorar, mesmo sem ainda ter um bom motivo para isso. Vai enxugar o rosto com as costas das mãos, tirar de dentro da bolsa um espelho, limpar os olhos borrados de rímel e prometer a si mesma que vai comprar um rímel novo, um melhor que não borre “atoa”.

Vai passar. Você vai se olhar no espelho, respirar fundo, retocar o batom e sorrir bem leve, vai notar que você é muito mais bonita quando sorri e vai querer que todo mundo te veja assim. Vai se olhar por uns minutos, vai se encher de esperança, acreditar que “agora tudo vai dar certo”, mesmo que no fundo você saiba que isso é só uma máxima para se sentir bem ou mesmo que não seja, isso não lhe incomoda, pelo contrário, as falsas esperanças nessa hora te fazem bem. Você vai voltar pro seu dia-a-dia, pra sua realidade – aquela mesma que te fez chorar -, mas as coisas agora estão diferentes, porque você optou por não se importar.

Se alguém reparar que você esteve chorando, você pode dar a desculpa mais batida de todas, dirá “estou na TPM” e ninguém vai questionar porque você chorou, ninguém vai querer um motivo ou uma explicação lógica para isso.

Porque mulheres têm o direito de chorar na TPM, mesmo que seja pelo botão da saia nova que soltou bem na hora em que você estava saindo de casa.

 

Comments

comments

11 Comment

  1. Bruno Scopel says:

    Pra que rímel novo? Existe chocolate pra acabar com o problema da TPM… heihoiaheia x)

    A sua tem bônus curável com Brahma e gorjão de peixe x) x)

    Muito legal o texto amor. Famosinha linda!
    =****************************

    Te amo demais! x)

  2. Ia dormir quando me deparei com o link no twitter. Essa foi a minha leitura noturna de hoje, eximia!
    Impressionante como as palavras aqui escrita me faz viajar e imaginar a cena se passando fielmente sem escapar brilho e cor!
    Um pouco mais a dentro, na penumbra que o sono e a dor na coluna me causa, poderia até filosofar um pouco, dizendo que (“oh, o autor na verdade estava se referindo aquilo que perdemos no dia a dia, nas dores que cada um de nos carregamos, sem se quer que o outro saiba e quando por ventura vem nos questionar, damos uma mera desculpa cotidiana, complexa, comum!”).
    Isso tudo me fez lembra de uma musica: “Cada um de nos compõe a sua historia, cada ser em si carrega o dom de ser capaz, ser feliz”
    Cada dia melhor hem, escritora!
    Bju Lari.

  3. Não sei se sou só eu mas, raramente sei quando tô na TPM.
    Só sei que eu estava quando o evento já aconteceu. rsrs

    Desleixe!

    Vai passar…

    =)

    Ótimo texto!

  4. Ah, que agrádavel ler seus textos!
    Qual mulher que nunca se sente assim, neah? 😉

    Continue assim, está ótima!

    Beijos!

  5. TPM. Para muitos significa apenas “Tensão Pré-Menstrual”. Para nós, mulheres, pode ser encarado como “Tempo Para Matar” ou, o que eu prefiro, “Tempo Para Meditar”.

    Invariavelmente em alguns momentos acabamos por ficar mais sentimentalóides, chorando a toa. Em outras circunstâncias somos capazes de matar quem quer que esteja nos infernizando a vida. Quem tem TPM tem um pouco de Alzheimer. Às vezes é alegre, às vezes triste, por vezes enraivecida ou melancólica. É difícil compreender as mulheres nesse período. Só quem é mulher consegue compreender com maestria.

    Um beijo, amiga.

    Ah, e meu blog mudou. Agora é http://www.myhistories.com.br (Troque ai o endereço na sua listinha, porque acabou que com a URL nova eu tive que fazer um blog novo, enfim… mas a essência é a mesma 🙂

    1. Ai Sam.. eu sou sentimental demais. Chorona demais. huahuahauhua E na TPM isso aflora ao ponto d’eu começar a chorar e no meio daquilo me questionar: “mas pq raios eu estou chorando?” e parar, assim do nada. Da mesma forma como começou … ^^

      Vou alterar o link! =*

  6. Gostei do texto e da forma que escreve. Identificação literária, um ótimo começo. 😉

  7. Rafaela Ferri says:

    Lari,

    Voce é ótimaa! rsrs Que texto fantástico!
    Bju grande,
    Rafa

  8. …Vai passar. Essa dor no peito, essa tristeza de achar que nada pode dar certo. Tudo isso vai passar…Ei filha, copiei vc, pois é assim que venho pensando…chorando…repensando, e com muita fé e confiança em Deus, sei que tudo vai dar certo. Te amo muito! Bjão.

  9. Ah, é exatamente assim. Chorar lava a alma, faz um bem! E a gente se olha no espelho e se acha tão melhor sorrindo, mesmo com aquele nariz muito vermelho e os olhos inchados… mas quem liga pra isso? Você lê o ser humano tão bem!

    Beijos

  10. Suellen Queiroz says:

    Que texto agradável! Gostei muito, você é uma bela menina Lari, aparentemente forte, intensa e bem resolvida e em alguns outros momentos transparecendo uma fragilidade e delicadeza que é visível em seu texto, em suas palavras..

    Nem preciso explicar o quanto me identifiquei com seu texto. 😉
    Assim vivemos..alegres e tristes.. inconstantes. Definitivamente na teoria de que “Vai passar..”

    Gostei de ler seu texto, escreva sempre mais!
    Beijos..

Comentários fechados.